segunda-feira, 31 de março de 2014

ESTÁDIO APRIJÃO COMPLETA 42 ANOS

Este dia 1º de abril representa para os desportistas tangaraenses muito mais que o dia da "mentira", esta data marcou o término de uma peregrinação em busca de um espaço adequado para as tradicionais e divertidas peladas do final da tarde e dos jogos amistosos e de competições que movimentam de forma emocionante a tarde dos que prestigiam um bom futebol.

Para saber quais os melhores atletas que atuaram no jovem campo de futebol é só fazer uma breve entrevista com os desportista que acompanharam da linha lateral de fora (não havia arquibancada) ou mesmo que jogaram desde o início da década de 70 e independentemente do entrevistado a resposta é sempre a mesma: "Ubiratan, Pelé (foto), Nascimento, Champirra..." a lista vai crescendo, mas com esses quatro atletas continuando fixos o que os consolidam no meu ponto de vista como os melhores atletas da nossa terra.

E sobre os times que atuaram no Aprijão podemos afirmar que várias equipes foram formadas para disputar campeonatos municipais e regionais, mas, nenhuma delas representou tão bem o município tangaraense quanto a Ponte Preta que era um verdadeiro selecionado do Trairí tendo realizado grandes campanhas no maior evento esportivo do amadorismo potiguar, o "Matutão".
PONTE PRETA TANGARAENSE DESTAQUE DO MATUTÃO 1979
Após uma breve apresentação dos atletas que mais se destacaram e da equipe que foi sempre apontada como a favorita, vamos chegar na parte de animação de torcida e de abertura de eventos. Se em vários estádios existem as charangas para puxar o som, no Aprijão a animação musical ficou por muito tempo sob o comando do maestro seu Valdecí da sempre afinada banda do Irapuru que entoava agradáveis melodias, em especial as marchinhas carnavalesca que dava um toque todo especial e ritmava o aquecimento das equipes e a vibração do público que sempre se fez presente em grande número nas dependências do campo de futebol Aprígio Fernandes Pereira.

Mas, antes de vivenciarmos esses momentos acima relatados o leitor deve está se perguntando: Onde aconteciam os jogos em Tangará antes do estádio Aprijão?
Também tinha essa dúvida e em busca da resposta procurei JOSÉ LUIZ DA SILVA, conhecido por todos como Zé Pretinho, um dos desportistas que acompanhou todo o percurso da procura por um espaço ideal para a prática do futebol.
ZÉ PRETINHO UM DESPORTISTA APAIXONADO

Zé Pretinho citou como primeiro campo da cidade o PINHEIRÃO que era localizado no bairro da SANBRA em frente aonde hoje está localizada a escola municipal professora Elita Barbosa, com a construção de casas na proximidade o encontro para as peladas se transferiu para a parte central precisamente por trás do atual mercado público, assim como aconteceu com o 1º campo, este também teve que mudar de lugar e a solução da vez veio do senhor Manoel Barbosa que cedeu um terreno em frente ao estádio Aprijão que os atletas batizaram de BARBOSÃO. No final da década de 60 a cidade crescia visivelmente fazendo com que várias residências fossem construídas e o campo mais uma vez teria que mudar de lugar e a solução momentânea surgiu do maior desportista que comandou o município, o senhor Aprígio Fernandes Pereira, que fez um campo na sua fazenda no Serrote Preto localidade que passou a receber os treinos e jogos dos bons atletas tangaraenses até o inicio de 1972. 
AO CENTRO O SENHOR APRÍGIO COM A FAMÍLIA NO SERROTE PRETO LOCALIDADE QUE POR ALGUNS MOMENTOS FOI O PALCO DE ENCONTRO DOS DESPORTISTAS LOCAIS E VISITANTES.
E um campo oficial tão sonhado por todos começou a ganhar forma quando o então prefeito o senhor Aprígio adquiriu do senhor Arquibaldo em 1971 um terreno com plantio de palmas que desde 1972 se tornou o ponto de encontro fixo dos desportistas na modalidade futebol, construção que é um dos marcos histórico do nosso município, o que comprova que grandes feitos vivem e revivem durante gerações e mais gerações. É importante lembrar que após a construção do Aprijão tivemos campos alternativos como por exemplo o GOMÃO nas terras de seu Zé Gomes e atualmente existe o campo do BUBU que fica localizado no conjunto Nossa Senhora de Fátima na terra do ex-prefeito Gija.

As informações oficiais da construção e inauguração do estádio Aprijão foram repassadas pelo filho do senhor Aprígio Fernandes Pereira, o desportista Cidoka que acompanhou in loco todos os acontecimentos do palco maior do futebol da nossa terra... da nossa gente.


ESTÁDIO MUNICIPAL APRÍGIO FERNANDES PEREIRA "APRIJÃO"
INÍCIO DA CONSTRUÇÃO: 11 de fevereiro de 1971
INAUGURAÇÃO: 1º de abril de 1972.


Informações: Zé Pretinho e Cidoka.
fotos: Orkut Rui Barbosa

JOGOS DA COPA INDEPENDENTE DE FUTEBOL EM SERRA CAIADA



15:00 Horas-Gana x Agrovila São Paulo 
16:30 Horas-C. Baixo x Agrovila São Paulo Juvenil 

Ordem dos Jogos definidos los sorteio.

FICHA TÉCNICA DA 1ª COPA JAPI DE FUTSAL


1ª  C o p a  J A P I  d e  F u t s a l
Dados da COMPETIÇÃO
                                                                                                                                                                           
Classificação na 1ª Fase  –  G R U P O   “A”
COL
EQUIPE
PTS
J
V
E
D
GM
GS
SG
CA
CV
1º
Luciano Móveis
09
03
03
00
00
15
07
08
01
01
Capelão
04
04
01
01
02
15
20
-05
05
00
Estrela Real
03
02
01
00
01
07
06
01
03
00
Vasco de Japi
02
02
00
02
00
10
10
00
02
00
Vasco Barra
01
03
00
01
02
10
14
-04
02
00

No grupo A não mudou nada em relação a classificação, com exceção do capelão que se despede da competição em 2º lugar mas pode ficar de fora da disputa na 2ª fase, haja vista que as outras equipes podem vencer e só dependem delas... vamos aguardar maiores detalhes, uma coisa é certa, haverá emoção até a última rodada.


Classificação na 1ª Fase  –  G R U P O   “B”
COL
EQUIPE
PTS
J
V
E
D
GM
GS
SG
CA
CV
1º
Só Madeira
07
03
02
01
00
13
08
05
02
00
Juventude
04
03
01
01
01
17
10
07
01
00
Japi F.C
03
03
01
00
01
10
09
01
03
01
Esperança
03
02
01
00
01
02
05
-03
00
00
Palmeiras
03
03
01
00
02
11
21
-10
05
01

Enquanto que no grupo B a disputa tá acirrada; o só madeira é o líder isolado com 7 pontos, seguido pelo juventude, que após a sua terceira partida, assumiu a 2ª colocação. E na sequencia, três equipes segue com 3 pontos e todas tem chance de se classificarem...

Artilharia e Disciplina
COL
EQUIPE
Atleta
GM
CA
CV
1º
Capelão
Silvino Moreira (Viola)
09
01
00
Luciano Móveis
José Daniel
07
00
00
Juventude
Tadeu Islan
06
01
00
Só Madeira
Joelson Francisco (Jó)
05
01
00
Vasco da Barra
Wanderson Jean
05
00
00
6º
Juventude
Edson Dantas
04
00
00
7º
Palmeiras
Jailson Ferreira
04
00
00
8º
Luciano Móveis
Andrê Marcel
04
00
00
LEGENDA: Nºs em negrito, significa que novos atletas entraram na “briga” pela artilharia.
Goleiro Menos Vazado
E Q U I P E :
GS
GS
E Q U I P E :
Esperança
05
07
Luciano Móveis
Estrela Real
06
08
Só Madeira
OBS: O Goleiro menos vazado será aquele que sofrer o menor nº de gols entre os finalistas; no caso de empate, será considerado o MENOS VAZADO aquele cuja equipe for campeão da competição.


INFORMAÇÕES: CETAN (AILTON WEBHER).

CONVITE CONGRESSO TÉCNICO CAMPEONATO TANGARAENSE DE FUTEBOL

A Secretaria de Esportes, Turismo e Lazer convida os representantes das equipes inscritas para a disputa do Campeonato Tangaraense de F...